Dom Quixote – Volume I – 7

Foi logo ver o seu rocim, e, ainda que tivesse mais quartos que um real, e mais tachas que o próprio cavalo  de Gonela, que “tantum pellis et ossa fuit,” pareceu-lhe que nem o Bucéfalo de Alexandre nem o Babieca do Cid com ele se igualavam. Quatro dias se passaram com ele imaginando que nome lhe daria, pois, segundo dizia ele a si mesmo, não havia razão para que um cavalo de tão famoso cavaleiro, e ele mesmo por si tão bom, ficasse sem nome conhecido; e assim, procurava adaptá-lo de maneira que declarasse o que havia sido, antes de pertencer a cavaleiro andante, e o que era então; pois era razoável que, mudando o seu senhor de estado, mudasse ele também de nome, e que o distinguisse com fama e clamor, como convinha à nova ordem e ao exercício que já professava. E assim, depois de muitos nomes formados, apagados, removidos, adicionados, desfeitos, e refeitos na sua memória e imaginação, até que veio a chamá-lo Rocinante, nome, a seu parecer, alto, sonoro e significativo do que havia sido quando não passava de rocim, antes do que agora era, que era o anterior e primeiro de todos os rocins do mundo.

Ouça o texto clicando na seta abaixo

(se não apareceu ou para pessoa com deficiência visual aqui)

He next proceeded to inspect his hack, which, with more quartos than a real and more blemishes than the steed of Gonela, that “tantum pellis et ossa fuit,” surpassed in his eyes the Bucephalus of Alexander or the Babieca of the Cid. Four days were spent in thinking what name to give him, because (as he said to himself) it was not right that a horse belonging to a knight so famous, and one with such merits of his own, should be without some distinctive name, and he strove to adapt it so as to indicate what he had been before belonging to a knight-errant, and what he then was; for it was only reasonable that, his master taking a new character, he should take a new name, and that it should be a distinguished and full-sounding one, befitting the new order and calling he was about to follow. And so, after having composed, struck out, rejected, added to, unmade, and remade a multitude of names out of his memory and fancy, he decided upon calling him Rocinante, a name, to his thinking, lofty, sonorous, and significant of his condition as a hack before he became what he now was, the first and foremost of all the hacks in the world.

Ouça o texto clicando na seta abaixo

(se não apareceu ou para pessoa com deficiência visual aqui)

voltar-back<Índice>adiante-next