Dom Quixote – Volume I – 8

Posto um nome, tão ao seu gosto, ao seu cavalo, quis também pôr outro em si mesmo, e neste pensamento durou mais oito dias, e ao cabo veio a chamar-se Dom Quixote; do que, como já foi dito, aproveitaram a ocasião alguns autores desta verdadeira história que, sem dúvida, devia se chamar Quijada, e não Quesada, como outros quiseram dizer. Mas, recordando-se que o valoroso Amadis não se contentou em chamar-se Amadis somente, senão que acrescentou o nome de seu reino e pátria, para torná-la famosa, e se nomeou Amadis de Gaula, assim quis também ele, como bom cavaleiro, acrescentar ao seu nome o da sua  terra, e chamar-se Dom Quixote de La Mancha, com o que, a seu parecer, declarava vivamente sua linhagem e pátria, a quem honrava ao tomar dela o sobrenome.

Ouça o texto clicando na seta abaixo

(se não apareceu ou para pessoa com deficiência visual aqui)

Having got a name for his horse so much to his taste, he was anxious to get one for himself, and he was eight days more pondering over this point, till at last he made up his mind to call himself “Don Quixote,” whence, as has been already said, the authors of this veracious history have inferred that his name must have been beyond a doubt Quixada, and not Quesada as others would have it. Recollecting, however, that the valiant Amadis was not content to call himself curtly Amadis and nothing more, but added the name of his kingdom and country to make it famous, and called himself Amadis of Gaul, he, like a good knight, resolved to add on the name of his, and to style himself Don Quixote of La Mancha, whereby, he considered, he described accurately his origin and country, and did honour to it in taking his surname from it.

Ouça o texto clicando na seta abaixo

(se não apareceu ou para pessoa com deficiência visual aqui)

voltar-back<Índice>adiante-next